Share it

domingo, 22 de abril de 2012

Datafolha: tempestade sobre a cabeça de Serra


Está fechando o tempo sobre Serra na disputa à prefeitura Paulistana. Dois dados colhidos da mais recente pesquisa Datafolha desta última semana de maio mostram um quadro preocupante para a almejada vitória do candidato.

O menos grave deles, ainda que perturbador aos que suportam a candidatura do ex-governador, é o fato de que Dilma bateria o cabeça de chapa tucano por 56% a 21% se as eleições presidenciais fossem hoje.
Mesmo considerando que os números refiram-se ao País como um todo e não exclusivamente a São Paulo, é de supor-se que haja diferença igualmente ampla a favor da presidente no município.

A vantagem da presidente vis-à-vis seu ex-contendor é tão mais preocupante para Serra quando levado em consideração que também nesta pesquisa a mandatária alcança elevados 64% de índice de ótimo e bom entre os eleitores, sendo pelo menos 55% entre os extratos sociais com renda superior a 10 salários mínimos e com nível superior de escolaridade, exatamente o segmento junto ao qual o PSDB tem sua fatia mais fiel de votantes.

Faz soar todas as sirenes do palácio dos bandeirantes, no entanto, outro dado ainda mais relevante para as pretensões tucanas de que o partido volte ou mantenha-se - como é o caso – no comando da prefeitura de São Paulo: a preferência de 60% de eleitores de Serra por Dilma Russef numa eventual nova eleição.

O número é coerente com o de outras pesquisas que haviam colhido o mesmo movimento de migração de preferências, entre o eleitorado tucano do ex-governador, para a presidente da Republica.

Como Dilma Russef será um dispositivo importante na campanha do candidato Haddad na campanha que se aproxima, há muito que temer diante da hipótese de reprodução de um segundo turno das eleições presidenciais agora em São Paulo, cujo desfecho a pesquisa publicada parece antecipar.

O tempo fecha literalmente sobre o acuado Serra, sobretudo se outra revelação da pesquisa for também computada às tendências de voto das classes altas: a do eleitorado de baixa renda, que disse preferir na proporção de 57% a 32% a candidatura de Lula para presidente da República ao invés de Dilma.

Sendo Lula o dispositivo principal do candidato Fernando Haddad, que contará também com Dilma em palanque, Serra vê-se na contingência de ou sair correndo na tempestade que se aproxima e ser arrastado pelas águas do voto popular ou então permanecer escondido nos bairros nobres da cidade e ser eletrocutado ali mesmo pela alta vontagem do raio do voto escolarizado.  


2 comentários:

  1. Olá meu mestre amigo como vai você? eu estou bem, mas saudosa dos poucos amigos que fiz no Facebook especialmente de você.Quero dizer que hoje ao ler o conteúdo de tua matéria que está bem coerente sensível e focado,não deixam duvidas do que nos esperam pela frente.Eu sei que não será muito fácil a luta de Haddad pela Prefeitura de SPaulo,mesmo com o apoio de lula e Dilma, os Paulistas em sua grande maioria,estão presos aos engôdos da poderosa Globo, que como já é costumeiro, a forma de dominar as mentes dos menos esclarecidos, eu vejo em minha própria família e familiares meus,são poucos os que se desvincularam da Globo mente, e acreditam em suas mentiras.Mas eu acredito que no âmbito nacional, a Globo não terá tanta influencia sobre a Nação Brasileira com relação a Presidência da Republica que continuara com o PT o drama maior será tirar os golpistas das prefeituras dos municípios e da Cidade de SPaulo e sei que vão tentar manipular todos contra o Haddad com difamações e denuncismos. A elite da Cidade de SPaulo é numerosa, só ela a metade dos votos o sanguessuga leva com certeza, o restante vai depender da intervenção do Lula e Dilma que poderá mudar o estigma de Cidade e Estado com todas as Prefeituras de serem os mais corruptos. Sabe LUIZ Cezar apesar disso eu estou confiante que tudo acontecerá conforme a vontade de Deus, e o homem não poderá por mais que tente, interferir na vontade soberana manifestada pela força coletiva dos homens de bem, e queremos mudanças nessa Cidade que amamos, e queremos o melhor para ela. Abraços amigo fica com Deus. Maribel Dias kroth.

    ResponderExcluir
  2. Olá querida,

    Bom te ver por aqui. Para nós que lutamos para um Brasil cada vez mais justo, é reconfortante saber que temos ao lado gente de fé como você. Porque os poderosos dispõem dos meios de nos fazerem sentir fracos e impotentes. Também acredito que é chegado o momento dos excluídos, e não só no Brasil. Nessa caminhada precisaremos de muita luz e confiança na proteção. Abraços.

    ResponderExcluir