sexta-feira, 23 de março de 2012

Chico Anísio, fama feita de preconceito


Com a morte de Chico Anísio não morrerá a modalidade de humor por ele disseminada. Rafinha Bastos, Danilo Gentili e outros estarão aí para dar continuidade ao legado de deboches e de escárnio às diferenças que o humorista deixou estabelecido como padrão de riso na cultura televisiva brasileira.

Nunca será demais lembrar que Chico Anísio, um escroque a serviço das Organizações Globo fez fortuna marcando as diferenças sociais em seu País: de gênero, de raça, de nível econômico, de religião e de condições de saúde.

Quem não se lembra, tendo mais de 40 anos de idade, de suas imitações de gagos, fanhosos, velhos, mulheres, nordestinos, judeus, umbandistas e homossexuais? Gerações acostumaram-se ao riso fácil das caricaturas que fazia dos mais fracos, reproduzindo depois essa modalidade de humor nas escolas e ambientes de trabalho, de modo a perpetuar a discriminação que pesava sobre os que se encontravam em oposição ao ideário de normalidade da classe média.

Chico Anísio não era um comediante como foi no seu tempo Oscarito, Zelloni, Golias e Zezé de Macedo. Foi um déspota do riso que apontava no meio da multidão o que era destinado à chacota e à humilhação.

Acomodou-se ao regime militar e a ele serviu comandando sessões apelativas de riso que desviavam a atenção dos rumores sobre as atrocidades cometidas pelos algozes, que seus patrões diariamente ocultavam.

Contribuiu para que se criasse em torno do último ditador do ciclo de governantes da ditadura militar, João Figueiredo, uma aura de simpatia e tolerância por meio de um quadro em que mantinha conversas intimistas com o governante.

Afeiçoado a bajulações dos poderosos, ainda depois da ditadura Anísio chegou ao cúmulo de dar sustentação ao confisco da poupança praticado pelos sócios de seus patrões, os Collor de Mello, vindo até a casar-se, em troca disso, com uma das primas e ministra da economia do ex-presidente Fernando Collor, Zélia Cardoso de Mello.

Viciado em cocaína, como ele mesmo declarou um dia às TVs, Chico Anísio nunca se recuperou da dispensa de seus serviços pela Rede Globo depois que a emissora – para a qual muito contribuiu com o elevado faturamento de seus programas – decidiu renovar sua imagem nos anos de 1990 apelando a uma nova abordagem de humor, representada por grupos humorísticos egressos do teatro.

Antes que iniciasse a lenta agonia em direção ao destino igualitário da morte, a Globo cedeu à mágoa do humorista e deu-lhe a chance de um breve retorno à cena representando a idosa que fazia ligações telefônicas para o ditador Figueiredo. Só que nesse ato de despedida, quem estava do outro lado da linha era a mulher e ex-prisioneira política Dilma, a quem o preconceito do humorista jamais perdoaria por haver derrotado  o estigma machista e vergar, sem os favores da Globo, a faixa de presidente da República.

Um troco que, por felicidade, a vida dá aos homens sem caráter antes que caiam no esquecimento.

73 comentários:

  1. Não há palavras melhor para tratar o fato. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. coragem a sua, escreveu e assinou embaixo, parabéns

    ResponderExcluir
  3. Esqueceu de lembrar sua justificativa ao voto em Collor (1989): "o meu candidato precisa resistir a um ditado de dez palavras".

    ResponderExcluir
  4. Prezado Luiz
    Tenho bem mais que 40 anos e concordo com as suas palavras.
    Porém não sei se terão a efetividade de, no mínimo, provocar uma reflexão.

    Em um momento de luto, você melhor que eu sabe, que há muitas pessoas comovidas com o fato.
    As possíveis lágrimas e saudades embasarão as intenções do seu esclarecedor texto

    Temo pela a interpretação que o seu texto é apenas “aproveitando o ensejo” ou “apenas um destilar”. Não desejo que assim seja visto, porém poderá.

    Por que este texto não nos foi dado ontem?
    Por que não bem depois de amanhã?

    Se me permite, creio ser valioso que estas perguntas sejam respondidas, para dar muito mais brilho para a sua intervenção.

    Abraços
    Plínio Camillo

    ResponderExcluir
  5. Coitado de você, escriba de pequena estatura, sem senso de humor. Quem é engraçado para você é só o Oscarito? Claro que ele era engraçado, mas o Chico Anysio, que não primava pela simpatia pessoal, foi o maior humorista brasileiro e um dos maiores do mundo. Você é mal humorado, é careta, é do Psol ou é somente um idiota?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá para falar sobre gente sem falar de suas características. Mostrar que um alcoolista bebe, que um avarento gosta de dinheiro, que um mitômano gosta de mentir, não é preconceito. É uma visão fria de um fato! E tirar o cômico desta visão e genialidade! Não concordo com o texto em se tratando do humorista Chico Anysio. Talvez, em relação ao homem político...

      Excluir
  6. Meu caro Simeão, eu resumiria o escrito do Luiz com estas palavras; Mal nascido, mal crescido, mal amado, mal educado e de péssimo caráter.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Lobbo, admirável o seu poder de síntese, disse tudo em poucas palavras. É isso aí...

      Excluir
    2. quem não tem caráter são vcs, e ainda por cima não tem inteligência..como vcs são idiotas e burgueses!!!!mal ainda era o chico anísio, como ele mesmo disse, na infância foi maltratado..e com certeza começou a ridicularizar em seus programas pessoas que saíram da imaginação dele pq ele era insensível e ridiculamente sarcástico..

      Excluir
    3. Pra quem acredita em tudo que sai na rede Bobo ele era dilmais, mas pra mim que vejo sinto e enxergo, ele era apenas mais um que tirava saro dos mais fracos. Deixem de ser maria vai com as outras e enterem esse fruto da velha mídia..

      Excluir
  7. Hoje estamos tao "politicamente corretos". Estamos tao hipócritas não é Luiz Cezar?/

    ResponderExcluir
  8. "Viciado em cocaína, como ele mesmo declarou um dia às TVs, Chico Anísio nunca se recuperou da dispensa de seus serviços pela Rede Globo"(...)

    O "viciado em cocaina"foi só pra marcar um traço de carater? um drogado? um que não presta? - ficou parecendo moralismo de direita para desesperar de um texto de pequeno moralismo burgues...

    ResponderExcluir
  9. Odeio a ditadura do brasil, somos obrigados a gostar e admirar quem não nos agrada.Somos massacrados por ir contra tudo aquilo que o povão gosta.Luiz Cezar expressou o que ele acha e ponto.(.)

    ResponderExcluir
  10. com certeza, concordo! Luiz disse o que pensava e ponto..não está nem um pouco preocupado com as críticas ... os idiotas são vcs que não tem capacidade de reflexão, admiram qualquer coisa porque não se enxergam e não possuem uma imagem própria, são apenas sombras de um passado. Burgueses são vcs que olham pessoas morrendo nas ruas, carregando carroças como cavalos e não acham nada demais.mas conseguem se importar e se comover com a morte de uma imagem pública...burgueses são vcs que conseguem com tanta hipocrisia e pouca coragem rir de qualquer bobagem, inclusive da própria ignorância!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está aí a realidade escrita por esse anônimo inteligente o que é na verdade o povo brasileiro, marionetes da "rede" "Grobo". entenda-se rede como armadilha.

      Excluir
  11. Incrível como tem gente que só tem "opinião" pra jogar pedra em quem dá a cara pra bater. Se não fossem as pessoas que têm coragem de expressar o que pensam, como fez o autor do texto, esses espantalhos projetos de gente não teriam o que fazer da vida.

    ResponderExcluir
  12. As pessoas numa democracia tem o direito de dizer o que pensam. E diferente dos fervorosos embates políticos (muitas mascarados) ou das cenas de BBB e etc... devemos apenas ler e tirar nossas conclusões. Responder? Sim. Mas respeitando como queremos ser respeitados.
    Chico Anisio é um brasileiro com talento que faleceu. Existem tantos outros melhores ou iguais a ele que não tem condição de começar uma carreira de trabalho. Isso sim tem que ser combatido. Saber que nesse momento existe alguem com fome de comida e de conhecimento. Isso merece ser combatido. Não com agressões, mas com a palavra. Cada minuto que seja para denunciar e votar com responsabilidade. Não com interesses. Morreu um brasileiro talentoso. Só isso. Que Deus o tenha e que abençoe a todos de direita e de esquerda. Amém.

    ResponderExcluir
  13. É isso, Chico Anísio serviu, em seu tempo, a um sistema que nada contribui para um melhor bem estar e paz social, Ele agiu ao contrário como um agente de preconceito, não sei dizer se consciente e conivente. O riso que se busca no sofrimento do próximo não é humor, é tortura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "É isso, Chico Anísio serviu, em seu tempo, a um sistema que nada contribui para um melhor bem estar e paz social,"

      O sistema que contribui para isto é o de Cuba, Coreia do Norte? Só para cityar 2 ezemplos.

      Excluir
    2. Não. não mesmo.
      A ditadura militar foi tão lixo quanto a de cuba e a da coreia.
      Sarney, Malufs, ACM's são apenas alguns exemplos da roubalheira da Ditadura cívico-militar

      Excluir
    3. E por incrieval que pareça, Maluf e Sarney sao base de apoio do PT....Agora a roubalheira é sindical.

      Excluir
  14. As pessoas consideradas "normais" tem realmente dificuldade para ler este comentario, porque tem um "Juiz" apontando-lhe o dedo na cabeça dizendo - não é bem assim! -
    Mas no fundo o cara tá certo!

    ResponderExcluir
  15. Os despeitados dando as caras...e se aproveitando do momento...despeitados e oportunistas.

    ResponderExcluir
  16. porque todo mundo quando morre fica bonzinho??? agora as exes vão dar em cima da fortuna dele, dos cavalinhos, da pensão que não deve ser pequena...eta Brasil!!!

    ResponderExcluir
  17. Quando vejo o personagem Silva me vem a lembrança das gozações que eu sofria pelo fato de usar óculos para corrigir minha hipermetropia.

    ResponderExcluir
  18. O autor do texto pensa de modo bem medíocre!

    ResponderExcluir
  19. Concordo com seu testo.

    Alguns dos maiores humoristas brasileiros serviram pra nos acostumar que é normal fazer piadas com as minorias. E infelizmente não é fazer piada de como a sociedade as os tratam, o que consideraria um humor inteligente, mas sim difamando-os.
    Graças a esses humoristas que a maioria das pessoas nunca veem problemas ao denegrir humoristicamente negros, homossexuais e outros.

    O politicamente correto só afeta os que apelam para o humor preconceituoso como forma de vociferarem as coisas que não suportam, mas que não podem fazer isso abertamente. Então se transvestem de humoristas para usar a piada como eufemismo para o preconceito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato.

      Pena que S e X são duas teclas próximas, mais próximas ainda em um netbook. Com dedos gordos, as vezes sai algo errado.

      Sim, foi o que aconteceu. Mas achar que é só uma desculpa para o único erro ortográfico que cometi, fica a seu critério.

      Excluir
  20. Fernando.

    Inegavelmente, Chico Anísio era um homem de talento, mais concordo que sempre esteve simpático ao poder e com posições cômodas, se abstendo de fazer humor que atacasse o "statos quo". Sempre próximo às elites, humorista mais também industrial. Lembro ainda que no tempo pré golpe militar seu comportamento era de ataque direto à João Goulart através do personagem "Limoeiro", bem diferente do humorismo chapa-branca de "Salomé".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo não assistiu/a aos quadros da Salomé, ali era pau puro no Figueiredo.

      Excluir
  21. Cara isto tudo é dor de cotovelo?

    Olha o Ministerio da saúde adverte:
    Dor de cotovelo provocado por inveja e complexos deve ser tratado por psiquiatra e não ortopedista.

    ResponderExcluir
  22. Não se chuta cachorro morto.,
    nada é totalmente ruim nem nada é totalmente bom...
    nem mesmo o texto que acabei de ler
    gostei

    ResponderExcluir
  23. Concordo plenamente com o Luiz Cesar, ele foi mais um Produto que a globo usou e jogou fora, e assim fizeram com Cid Moreira e tantos outros, e farão com os demais

    ResponderExcluir
  24. Pelamordedeus! Tem que ser muito cego [politicamente ou não] pra não enxergar o talento do Chico Anysio!

    Os personagens marginalizados foram quase sempre retratados de maneira positiva para a época e o contexto. Véio Zuza, o umbandista indiretamente citado, por exemplo, era retratado como um preto velho sábio.

    Silva era pobre, feio, inculto, mas fazia sucesso com as mulheres. Quen-quen nunca foi ridicullarizado por ser fanho.

    A falta de familiaridade do autor com a obra do humorista evidencia-se ao não citar o personagem Nazareno, de uma misoginia indefensável.

    Será que não dá pra separar a Rede Globo da obra de seus artistas/funcionários?

    ResponderExcluir
  25. Parabens pelo excelente texto Luiz Cesar!
    Devo lembrar que apesar de nordestino o Chico não citava muito esse fato como o faz o Tom Cavalcante o "canabrava", muito pelo contrario, soube de situações onde ele se recusou a fazer seu trabalho no norte ou nordeste. Um homem realmente comandado como diz o texto por quem detinha o poder.

    ResponderExcluir
  26. Lamentavel comentario de um ditador do politicamente correto xiita radical. Liberte-se meu amigo e encare as situacoes engracadas sem pudores nem rancores. Vivemos em um mundo chato gracas a ditadores da virtude como vc!

    ResponderExcluir
  27. Compa Luiz

    Tenho 52 anos e acompanhava os programas do Chico nos anos 70,ele não foi omisso no combate a ditadura no programa ele era muito sarcástico (Chico city era o Brasil retratado e a truculencia e burrice dos milicos era denunciada) e era muito criativo para driblar a censura,depois é que ele tomou atitudes conservadoras e equivocadas tipo fazer média com o governo Collor na escolinha e aquela entrevista falando da Dilma que não poderia entrar nos EUA foi muita ingênuidade usou um email falso como fonte ( acho que já estava senil)

    Abs Luiz Alaca

    ResponderExcluir
  28. Luiz Cesar e apoiadores do teu artigo. Vcs são uns mal-resolvidos. O mundo prá vcs deve ter sido muito ingrato e, agora, aproveitam este espaço para expelir seu ódio contra a humanidade. Analisar o humorista, ator, autor, locutor, narrador esportivo e pintor CHICO ANÍSIO é um direito de vcs. Mas, entrar na vida pessoal....nem vou comentar porque isto é coisa que na minha terra se diz: "AS PUTAS DURANTE O DIA NÃO TÊM O QUE FAZER NO BORDEL FICAM FALANDO DOS SEUS HOMENS." Será que Sigmund Freud teria uma explicação para vcs? O sêr humano CHICO ANÍSIO SERÁ JULGADO POR DEUS. (agora se vcs se considerarem acima do CRIADOR...chamo o 192 e interno todos num manicômio) Heitor Augusto, jornalista, matrícula sindical 1101, tenho RG, CPF e graças a Deus sei quem são meus pais....

    ResponderExcluir
  29. Pelo jeito não escreveu nada enquanto o Chico estava vivo. É um oportunista, querendo aparecer chutando o morto. O humor do Chico tinha uma qualidade discutível, afinal era feito para a TV, mas daí chamá-lo de escroque é exagero. Se o Chico tivesse toda essa malignidade não teria ficado na geladeira por tanto tempo.

    ResponderExcluir
  30. SÓ UMA RESSALVA: “a elite orgânica se aproximou de inúmeros produtores, atores e diretores famosos de televisão, tais como Gilson Arruda e Batista do Amaral. Favorecia o uso de programas cômicos, quando possível. Rui Gomes de Almeida observava que uma piada contra um político provocaria um “dano enorme”. Negava, ao contrário, o apoio aos atores que não cooperassem ou agissem contra os programas, as linhas de raciocínio e as pessoas que o IPES patrocinava. Tal foi o caso do humorista Chico Anysio, sagaz observador da realidade social”. 1964 A CONQUISTA DO ESTADO DE RENEE ARMAND DREYFUSS

    ResponderExcluir
  31. Tem uma passagem curiosa de Chico Anysio em http://rioacima1.blogspot.com.br/2012/03/o-dia-em-que-fizeram-piada-com-chico.html

    ResponderExcluir
  32. Rapaz, poucas vezes na vida vi alguém conseguir juntar tantas asneiras, ofensas, idiotices num texto tão pequeno. E que falta de inteligência e de informação!
    Poderia citar vários exemplos, mas vou citar apenas alguns:
    . o bordão "e o salário, o!" serviu de mote para campanhas salariais dos nossos sacaneados professores (serve ainda hoje);
    . "eu quero que pobre se exploda" pôs a nu a verdade sobre a grande maioria dos nossos parlamentares.
    E por aí vai.
    Os tipos criados por Chico eram plenos de uma incrível humanidade e brasilidade. Só conhecendo e amando muito seu povo, sua gente - e, claro, sendo um Gênio com a íncrível sensibilidade e capacidade de observação, como Chico - seria possível dar vida a tantas criaturas.
    Preconceito? Pra sua informação, Chico foi afastado justamente para dar espaço a esse humor vagabundo que vemos hoje, sem talento, ofensivo, esse sim, às minorias. Foi o advento do humor "a favor", tentando aparentar ser crítico que tomou o lugar de Chico na TV.
    Cocainômano? E daí? Está na cara que, com essa observação seu intuito é apenas o de ofender a memória do Gênio chamado Chico Anísio.
    Derrapadas ele as deu, mas quem não dá? Quem não comete equívocos?
    Do casamento com a vagabunda da Zélia, ele mesmo dizia ter sido o maior erro da sua vida.
    Rapaz, você é um doente, precisa se tratar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este texto foi encomendado pela Rede Globo e escrito pelo secretario do Ali Kamel!

      Excluir
    2. Ha Ha!
      Cara, já apedrejei e balancei carros da Globo, fui militante de organização política clandestina.
      Prisão e porradas algumas algumas vezes. Você não sabe o que e nem com quem está falando.
      Um comentário aí acima, que cita trecho do livro do brazilianista americano Dreyfuss, diz bem sobre as posições artístico-políticas do Chico. Acho que você não entendeu, faltaram neurônios. Outro comentário diz sobre uma coisa muito certa: Trapalhões, Golias, Otelo Zeloni e outros também compactuaram com a ditadura, não é mesmo? Ora, bolas, faziam humor nos anos de chumbo, então deveriam ter sido executados no paredão, né não?
      Você e o autor do lamentável post, parecem padecer de uma doença da qual sofre, infelizmente, a maior parte da esquerda brasileira, com a qual convivo diariamente: consideram-se acima do povo, sabem mais que o povo, são a estrela-guia do povo rumo à revolução.
      Deve ser por isso que a luta de classes no Brasil está em estágio tão avançado e estamos próximo de tomar o poder...
      Dois cuzões, você o autor do post.
      Fui!

      Excluir
  33. Excelente análise do mito Chico Anísio.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  34. Você o condena por ser humorista. Em essência, é isso. Você o condena por fazer caricaturas que julga ofensivas -- mas são "tipos" presentes em qualquer forma de humor popular, em qualquer cultura. Aqui há o português, o gay afetado ou que se nega, o político corrupto, o feioso garanhão... Isso é característica de uma linguagem de humor que não foi inventada pelo Chico e não vai morrer com ele. Você tem o direito de não gostar e de criticar, mas, antes de personalizar a crítica, ao menos tenha a sensibilidade de que muitos dos apreciadores desse tipo de humor fazem parte justamente dos grupos que você julga defender. Pelo que você escreve, a impressão que dá é que só toleraria o humor de trocadilhos ou de ironia -- o que certamente pode ser sucesso na Inglaterra, mas não aqui.

    Ademais, lamento, mas o humor tem costumeiramente um grau de impiedade que é intrínseco. Nenhuma invectiva politicamente correta vai mudar.

    E sobre a acusação de Chico ter servido à ditadura, sinceramente não entendi o seu ponto. Então, não se podia fazer humor naquele tempo? O homem tinha que falar só de política? O que é que você *propõe*? O Golias e os Trapalhões também serviam ao regime pelo simples fato de terem trabalhado?

    Um abraço,
    Rodrigo.

    ResponderExcluir
  35. Gostaria de saber como seria o humor para essa turba pogreçista que impesteia a Internet.

    Deve ser um "humor" tão engraçado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece Lucque voce frequentou a escolinha do Professor Raimundo, progressista e' com dois 's' e leva tambem 'R'.

      Excluir
    2. http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&client=firefox-a&hs=WQV&rls=org.mozilla%3Apt-BR%3Aofficial&channel=np&biw=1024&bih=677&q=pogre%C3%A7ista&oq=pogre%C3%A7ista&aq=f&aqi=&aql=&gs_l=serp.3...186556l188145l0l188609l10l10l0l0l0l0l238l1190l5j3j2l10l0.frgbld.

      Pogreçistinha de merda.

      Excluir
    3. Lucho, alem de anlfabeto e' ordinario e mal educado.
      Continue assistindo a "Grobo" voce a merece, nao creio que leia jornais ou revistas, pois nao sabe escrever.

      So uma pergunta, "Lucho" e por "luxo" ou por "luiz"? desculpe , mas o seu nivel me deixa muitas duvidas.

      Excluir
  36. Adeus Chico Anisio, o rei dos mediocres, foi tarde!

    ResponderExcluir
  37. Manô RM Achei interessante retomar as posições políticas do cidadão Chico Anysio, "camufladas" no universo do humor. Entretanto, penso que o humorista fez sátira de todos os "tipos nacionais", na religiosidade, abordou todas as manifestações ironicamente (profeta, tim tones, painho...), trouxe à tona as mazelas historicamente postas na nossa sociedade, na sua proposta de humor, reforçou a eterna luta dos professores por salários dignos, ironizou as psedo-estrelas, os coronéis, os políticos corruptos, entre outras figuras típicas do cenário nacional. Não acho justa a comparação com os humoristas atuais (cqc...) que focam exclusivamente nas piadas discriminatórias. Outro aspecto que me chamou a atenção no texto, é a questão de usar o "vício" como uma questão pejorativa de caráter, a culpabilização do usuário de drogas é uma postura tipicamente reacionária.

    ResponderExcluir
  38. Os moralistas que me desculpem, mas este país está a ficar, efetivamente, chato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com todo respeito, mais chato pelo desaparecimento desse mediocre, instrumento da ditadura e do poder reacionario?

      Excluir
  39. Nunca li tanto recalque e imbecilidade junta...

    ResponderExcluir
  40. Tantas opinioes diversas, VIVA A INTERNATAAAAA, aprendo muito... E ao dono do blog, cara legal, que permiti o contraponto, a todos com seus pontos de vista sensato e argumentos consistentes e aos sem nocao de toda tipo... (incluio-me)

    Um abraco Evo

    ResponderExcluir
  41. Será que teria o mesmo sucesso se não fosse amigo do Boni ??

    ResponderExcluir
  42. Parabéns pelo artigo, lúcido e corajoso.
    Achei curiosas as "críticas negativas": muito agressivas, quase todas ofensivas e mal fundamentadas (como "mal resolvido", por exemplo).
    Assim, vemos que a mesma rede de televisão que erigiu o "ídolo" pauta também seus pobres seguidores, pondo-lhe na boca adjetivos absolutamente vazios, como sua programação e seus propósitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena,

      A reação surpreendentemente agressiva de muitos que aqui escreveram a uma simples opinião de quem já foi vítima dos estereótipos criados por Anísio, mostra não apenas identidade com as práticas de bulliyng social do comediante mas também ódio incontrolável contra quem se dispõe destoar de consensos. Grato pela generosidade e tolerância guardadas pelas suas palavras.

      Excluir
  43. O problema não é a tua opinião sobre Chico Anysio, o problema foi ter afirmado que ele era ou foi viciado em cocaína (imputando um crime??- art. 138 do Codigo Penal, calúnia). Prove.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato é falso? O fato é criminoso?

      Não é fato falso, tendo em vista que o próprio artista o assumiu.
      O fato não é criminoso, pois usar drogas não é crime (Lei 11.343/06).

      Assim sendo, chamar o Chico de usuário de cocaína não é crime de calúnia, pois faltam os elementos constitutivos do crime de calúnia.

      VAI ESTUDAR DIREITO PENAL ANTES DE FALAR BESTEIRA.

      Quanto ao texto do autor: concordo em partes, mas não tenho uma opinião tão radical assim sobre o Chico. Chico teve acertos e erros, assim como todos os mortais.

      Não é para colocá-lo em um altar, mas também não vamos mandá-lo para o Diabo.

      Excluir
    2. "Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:"

      Logo, para concorrer ao crime do Art. 138, é necessário imputar falsamente fato definido como crime.

      Excluir
    3. "Declarou às TVs...". Cara, essa frase é completamente vaga. Onde está documentado isso? Qual a fidedignidade de tais fontes?
      Em entrevista a revistas como Veja e Istoé, ele diz, ao contrário, que não era viciado e que cheirou esse negócio poucas vezes (ainda que haja quem não acredite). Ao que parece, há mais gente aqui precisando estudar...

      Excluir
  44. Alguém deve encaminhar este artigo para a família do falecido, para tomar as providências cabíveis.

    ResponderExcluir
  45. Possivelmente um jornalista falido sem talento algum querendo aparecer, pobre de voce aproveitador de quinta...

    Chico Anysio poderia não ser politicamente correto, mas foi muito mais aclamado com sua pureza dos papeis, hoje a ignorancia e o preconceito ordenado nao deixa o humor levitar sobre as camadas da graça incontida, hoje o humor é agressivo, não tem nada de engraçado, Chico sim era engraçado, reconhecido, voce é um merda! quer dizer merda não, um merdao

    ResponderExcluir
  46. "Dilma, a quem o preconceito do humorista jamais perdoaria por haver derrotado o estigma machista e vergar, sem os favores da Globo, a faixa de presidente da República."

    Sem os favores da Globo? Um tanto ingênuo, não, rapaz?

    ResponderExcluir
  47. Texto estupido o maior comediante do pais e dilma uma terrorista filiada a um partido de criminosos uma prepotente sem carisma e aliada a lula que e um ser abjeto . Jose dirceu um terescroque treinado em cuba, terra de fidel um ditador assassino

    ResponderExcluir
  48. Sou um grande defensor das ideias, sejas elas quais forem desde que não firam a dignidade e liberdade dos homens, porém achei seu texto carregado de um amargor ímpar. Chico Anísio era um mestre do humor, não creio que havia um subliminar nos personagens que criava. Simplesmente foi descartado por uma emissora que sempre pensou nos ganhos e nunca na arte.
    O país sofreu com anos pesados de ditadura e só quem esteve na linha de frente soube das barbáries e o atraso que os militares trouxeram, mas diante disso alinhavar a figura do Chico a esse período execrável não creio que seja uma reflexão inteligente. O que é triste foram aqueles que se diziam lutadores pela democracia se refestelar no desvio do dinheiro público e fazer males ainda piores que seus algozes. Abraço!

    ResponderExcluir
  49. Sempre vai ter um chato, mala, mal humorado cheio de mimimi como esse Luiz César e os demais idiotas que o apoiam... Vao tranzar seus mal amados Chico Anysio foi o maior humorista desse pais, deixou um legado que será sempre usado e não da mesmo pra falar das coisas do dia a dia sem usar personalidades variadas, sem usar as características dessas personalidades, essa eh uma das melhores habilidades do brasileiro, tirar brincadeira com seu próprio "sofrimento", pois o humor do Chico tratava-se do cotidiano visto com uma lente de aumento, se vc não via graça porque assistia? Porque sabe tanto sobre ele? Fica ai assistindo seu jornal e vai se divertir vendo o PT roubar o Brasil

    ResponderExcluir
  50. Que bobagem, Chico foi genial. Ele fez o Brasil rir de si mesmo, fez critica social... Pobre dos coitados que pensam que todo mundo é vítima, vitimismo profissional leva a essas criticas sem fundamento...

    ResponderExcluir