Share it

terça-feira, 24 de julho de 2012

Equipe de Serra constrange populares em feira livre



Quem passasse no último domingo de manhã pela feira livre da Vila Romana, ficaria surpreso com o aparato montado pela campanha do candidato José Serra a fim de produzir imagens para sua campanha de TV.

Uma barraca de pamonha de mentirinha foi montada, com figurantes selecionados munidos de tickets que davam direito ao consumo da iguaria e acesso à tenda de lona. Um outro grupo de moças, que se diziam pagas para atuar no evento, aguardavam, sentadas ao meio fio, o momento de entrar em cena oferecendo acolhida ao candidato.

Com o acesso à feira isolado por seguranças, a barraca de pastéis situada defronte do cenário preparado para popularizar o candidato teve de aguardar a liberação do local para voltar atender seus clientes, sem que pudesse até esse momento faturar um vintém.

Populares desavisados que se dirigiam à banca eram orientados por um segurança a aguardarem mais afastados do set de filmagem. O que não impediu que um grupo de 5 mulheres se insubordinassem contra a proibição e desafiassem o segurança contra o que consideraram um caso explícito de abuso de autoridade.

No debate que se estabeleceu entre donas de casa na esquina das ruas Tito e Aurélia para explicar o inusitado acontecimento, foi prevalente a interpretação de que "o candidato está com medo de sair às ruas e testar a recepção espontânea do povo".

Mesmo inquirida pelos seguranças de Serra, a dona de casa Stela Maris Mirisola registrou a ação da equipe de filmagem (imagem acima). Amedrontada ainda com a possibilidade de ser seguida e ter o celular tomado, foi acompanhada até sua casa por pessoas que presenciaram os fatos.

2 comentários:

  1. E sem correr o risco de o Kassab mandar a guarda civil metropolitana jogar spray de pimenta na sua equipe.

    Mas acho que a gente está chutando rato morto. O Haddad vai ter de superar mesmo é o Russomano, outro reacionário.

    ResponderExcluir